[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Quando se viaja para a Itália, uma das coisas que mais desejadas é se deliciar com a rica e diversificada culinária italiana nos mais diferentes restaurantes, não é mesmo?! Mas quando a viagem dura um pouco mais de tempo como, por exemplo, para estudar ou trabalhar, é quase certo que os supermercados na Itália e fazer compras (spesa) fará parte de sua rotina, como acontece no Brasil.

Fiz esse texto justamente para que você tenha uma noção de como são os supermercados na Itália e para mostrar que eles são bem diferentes dos brasileiros. Assim, você não terá  “aquela surpresa” na hora de fazer suas compras.

supermercadoitalia2

Pois bem, acho que a primeira coisa importante a saber é o horário de abertura (apertura). Não pense que é como aqui no Brasil, onde você pode ir a qualquer hora. No geral,os supermercados na Itália abrem às 6h da manhã e fecham na hora do almoço. Não adianta ir nesse horário porque você encontrará as portas fechadas. Então atenção quando for fazer seu almoço e sentir falta de algum ingrediente importante e achar que pode resolver seu problema “indo ali rapidinho no mercado”. Faça suas compras com antecedência. Os supermercados na Itália só voltam a abrir às 15h e fecham por volta das 20h, portanto, atenção também com o horário de fechamento (chiusura). Nas grandes cidades e nos grandes supermercados você pode ver algumas exceções. Em Roma, por exemplo, há um supermercado na Stazione di Termini, chamado Conad, que funciona até a meia- noite.

Aproveitando a oportunidade, citarei o nome de alguns supermercados bem conhecidos por lá e sem cobrar cachê: IpercoopCoop, TosanoCarrefourIl GiganteFamila, Esselunga, mas você encontra muitos mercadinhos chineses (comprava meu desodorante sempre em um desses) . Além deles, tem um super famoso chamado Lidl que é alemão e os preços são bem em conta.

supermercadoitalia3

Quanto maior o supermercado, maior a variedade de produtos. Quando estive em um na cidade de Brescia, encontrei um setor só de produtos do Brasil… Imaginem minha emoção ao me deparar com sacos de feijão, farinha, cachaça, produtos com coco, etc.

Bem, explicando melhor como funciona os supermercados na Itália … eu nunca precisei usar carrinho, mas na Europa eles ficam presos uns nos outros e são soltos apenas quando se deposita uma moeda de 1 Euro e quando você termina a compra deve voltar ao mesmo lugar e devolvê-lo. As cestinhas têm rodinhas e você não precisa carregar o peso. Já os sacos plásticos devem ser pagos, e geralmente custam em torno de 0,10 centavos de Euro cada. Há um incentivo muito grande para ações sustentáveis e por isso as pessoas levam sua própria sacola ecológica. Já sabia desse hábito, mas passei por maus bocados com minhas primeiras compras, pois não havia a sacola ecológica e paguei pelas sacolinhas de plástico que são feitas de um material bem fino, com o objetivo de se decompor mais rápido. Portanto, aderi ao hábito da ecobag também.

Na hora de pagar pode ser com dinheiro (contanti) ou cartão de crédito (carta di credito), que a maioria aceita. Se o cartão for emitido no Brasil, ele deve ser internacional e na hora da fatura será acrescentado um imposto, por ser compra feita no exterior. Como no Brasil, você pode fazer um cartão fidelidade se frequentar o mesmo supermercado, ou seja, quanto mais comprar, mais pontos ganha e daí pode trocar por produtos.

Com relação aos produtos, atenção: a carne é mais cara, principalmente a bovina. Os italianos são mais acostumados com a carne suína. A famosa pasta é baratíssima e vale a pena levar. Não se esqueça de colocar uma boa garrafa de vinho já que na Itália o preço é bem acessível e tem ótimas opções para todos os gostos. Já, se você prefere uma cervejinha ao invés do vinho, com certeza encontrará uma infinidade de marcas italianas e estrangeiras de vários tamanhos e modelos com um preço muito bom. Uma particularidade é que os italianos adoram tomar cerveja de canudinho. No início achei estranho, mas depois aderi também ao costume. Coisas de italiano!

Se você é chocólatra como eu, pode se esbaldar, pois as barras de chocolates ou as caixas tem um ótimo preço. Lembro que a primeira vez que voltei ao Brasil, eu praticamente trouxe uma mala só com chocolate, rezando para eles não derreterem e para a alfândega não apreender. Além de presentear familiares e amigos, eu queria também fazer uma surpresinha para meus alunos. Compre muita água mineral também, já que eles bebem água mineral comprada (futuramente farei um texto só sobre esse assunto).

Atenção na hora de pedir presunto ou queijo fatiado porque a tabela de pesos na Itália é diferente da nossa. Por exemplo: se você quer 100 gramas de presunto você deve dizer un etto di prosciuto, 200 gramas, due etti e assim sucessivamente. Legal também é que quando se pega frutas e legumes, muitos supermercados disponibilizam luvas e caso você não as coloque vai ser vítima de vários olhares reprovadores… Mesmo nos supermercados que não as oferecem, como os de pequeno porte, é comum ver as pessoas pegarem um saquinho plástico da própria fruta ou verdura e fazer de luva.

Para concluir, mais uma importante informação: não pense que será o operador de caixa que fará o resto do serviço por você, como pesar e colocar a etiqueta; É você mesmo quem faz isso. Calma, não entre em pânico, no início é meio complicado, mas depois você fica perito e até se diverte.

Gostou das dicas? Então boas compras!!!![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][stm_sidebar sidebar=”749″][/vc_column][/vc_row]


Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *